segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Reveillon em Copacabana... de novo não.... :(


Moro em Copacabana e fico torcendo para a época de Reveillon e Carnaval passarem BEM rápido!

Excelente e matéria de Ruth de Aquino, da Revista Época, sobre o inferno dos Reveillons. Palavras dela que eu assino embaixo:

"A PM vetou os shows em Ipanema e no Flamengo porque se disse incapaz de garantir a segurança nesses dois bairros. Significa então que, em Copacabana, a PM acha que pode garantir a segurança. É isso mesmo?

E se houvesse um plebiscito no bairro do Rio que concentra mais idosos? Será que a população de Copacabana preferiria algo menos mega? Será que técnicos de acústica deveriam ser consultados previamente? “No Brasil, existe uma cultura musical: quanto mais alto o som, não importa o estilo, melhor o show. Tudo então, quando é público, precisa ser gigantesco, monstruoso, para impressionar. Ninguém se preocupa com o respeito ao próximo. Seria fundamental que a Prefeitura fizesse um estudo de impacto da poluição sonora, na tentativa de amenizar os prejuízos causados pelo som excessivo. E monitorasse”, diz Castro Pinto.

Som muito alto provoca estresse e fadiga mental, aumenta a pressão arterial e a pressão sanguínea e contribui para o surto de brigas e confusões, especialmente se o show se arrasta por nove horas. O Réveillon no Rio já foi considerado, no passado, um momento de trégua, um intervalo de paz. O modismo dos megaeventos por todo o país, não só no Rio, revela falta de civilidade e de educação. O espaço público vira uma zona.

Adianta falar? No Brasil, quem reclama por seu direito é um chato. Os incomodados que se mudem de Copacabana. "

Há uns 3 anos atrás, colocaram um trio elétrico na esquina da Miguel Lemos (as famigeradas bandinhas tb são um porre!). Caixas de som de milhões de decibéis e minha mãe doente, janelas completamente fechadas e o som parecia estar dentro do quarto dela. Meu marido foi até lá pedirem para abaixarem o som e quase foi apedrejado! Um senhor falou para ele - "Os incomodados que se mudem!" - exatamente como na matéria da Ruth... E, infelizmente, esta é a verdade - ninguém respeita mais ninguém, os idosos não tem vez e se concordamos com isto somos chamados de "velhos"; todo mundo se esquece de que um dia alguém de sua família poderá estar usando uma cadeira de rodas e estacionam de qualquer forma, em qualquer lugar, ruas esburacadas,etc.

Sinceramente, não vejo a hora de ir embora daqui!

Apesar do meu protesto solidário à Ruth, deixo aqui os melhores votos de um Ano Novo cheio de boas novidades, saúde, amor e principalmente, respeito com o próximo!

Beijo no coração

Mel

3 comentários:

Alvaro Ennes disse...

Foi-se o tempo que existia respeito pelo próximo, e tinha uma coisa chamada "Lei do Silêncio" (atualmente adequada aos interesses de nossos políticos), que foi substituida pela lei do benefício próprio, onde o responsável pelo cumprimento faz vista grossa e embolsa uma pequena (ou grande) quantia para estar sempre do lado oposto da cidade e de quem precisa de paz e sossego.
Os MegaEventos rendem muito para poucos, e os poucos que pagam suas taxas em dia não tem nem com quem reclamar, e tudo isso dito em prol da coletividade.
Vejo com um certo pesar o crescimento de nossos jovens, que, em breve, serão nossos governantes, e mal conseguem manter o respeito com ele mesmo ou o próximo, imaginem com a coletividade de idosos.
Apesar de tudo, desejo um Feliz 2009 para todos.

Zé Carlos disse...

Mel querida, vc tem toda a razão quanto a este revellion do seu bairro... deve ser uma paulada !!!

Mas independente disto que este 2009 seja maravilhoso para vc, que tenha muita saúde, continue linda e tenha sempre este amor estampado nos olhos....

Beijo grande do Zé Carlos

Felina disse...

Concordo plenamente com oq vc disse minha amada Mel, mas graças a Deus mas este ano já passou.
Eu detesto esse barulho todo que só serve para incomodar as pessoas que querem e tem o direito de viver em paz, não só as pessoas como os animais também sofrem, exemplo o meu gatinho Ritchy fica em total desespero com os fogos ele mia e corre desesperado chega a ficar com a linguinha de fora de tão apavorado, este ano eu fiz um cantinho p/ ele dentro do meu guarda-roupa, mas não adiantou tive que ficar com ele no colo embrulhado no edredon e trancada no quarto tamanho era o desespero dele, os outros não tem medo, mas ao ver ele correndo correm também, mas vai reclamar para ver...
Feliz e abençoado ano a vc e os seus Deus abençoe todos.
Beijos
Felina

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...