segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Reveillon em Copacabana... de novo não.... :(


Moro em Copacabana e fico torcendo para a época de Reveillon e Carnaval passarem BEM rápido!

Excelente e matéria de Ruth de Aquino, da Revista Época, sobre o inferno dos Reveillons. Palavras dela que eu assino embaixo:

"A PM vetou os shows em Ipanema e no Flamengo porque se disse incapaz de garantir a segurança nesses dois bairros. Significa então que, em Copacabana, a PM acha que pode garantir a segurança. É isso mesmo?

E se houvesse um plebiscito no bairro do Rio que concentra mais idosos? Será que a população de Copacabana preferiria algo menos mega? Será que técnicos de acústica deveriam ser consultados previamente? “No Brasil, existe uma cultura musical: quanto mais alto o som, não importa o estilo, melhor o show. Tudo então, quando é público, precisa ser gigantesco, monstruoso, para impressionar. Ninguém se preocupa com o respeito ao próximo. Seria fundamental que a Prefeitura fizesse um estudo de impacto da poluição sonora, na tentativa de amenizar os prejuízos causados pelo som excessivo. E monitorasse”, diz Castro Pinto.

Som muito alto provoca estresse e fadiga mental, aumenta a pressão arterial e a pressão sanguínea e contribui para o surto de brigas e confusões, especialmente se o show se arrasta por nove horas. O Réveillon no Rio já foi considerado, no passado, um momento de trégua, um intervalo de paz. O modismo dos megaeventos por todo o país, não só no Rio, revela falta de civilidade e de educação. O espaço público vira uma zona.

Adianta falar? No Brasil, quem reclama por seu direito é um chato. Os incomodados que se mudem de Copacabana. "

Há uns 3 anos atrás, colocaram um trio elétrico na esquina da Miguel Lemos (as famigeradas bandinhas tb são um porre!). Caixas de som de milhões de decibéis e minha mãe doente, janelas completamente fechadas e o som parecia estar dentro do quarto dela. Meu marido foi até lá pedirem para abaixarem o som e quase foi apedrejado! Um senhor falou para ele - "Os incomodados que se mudem!" - exatamente como na matéria da Ruth... E, infelizmente, esta é a verdade - ninguém respeita mais ninguém, os idosos não tem vez e se concordamos com isto somos chamados de "velhos"; todo mundo se esquece de que um dia alguém de sua família poderá estar usando uma cadeira de rodas e estacionam de qualquer forma, em qualquer lugar, ruas esburacadas,etc.

Sinceramente, não vejo a hora de ir embora daqui!

Apesar do meu protesto solidário à Ruth, deixo aqui os melhores votos de um Ano Novo cheio de boas novidades, saúde, amor e principalmente, respeito com o próximo!

Beijo no coração

Mel

domingo, 21 de dezembro de 2008

Lar Frei Luiz - Esperança.



Compartilhando com vcs a alegria dos nossos idosos do Lar de Felipe - Lar de Frei Luiz - Jacarepaguá - Rio de Janeiro.

A "bicudinha" é a mais levada - Ritinha - um amor de pessoa e todos se apaixonam por ela!

Feliz Natal!

sábado, 20 de dezembro de 2008

Pensando bem...

Quando nascemos dentro de uma família isto não quer dizer que esta será a nossa verdadeira "família". Parentes consangüíneos, na maioria das vezes, são apenas parentes e nada mais que isso. A nossa verdadeira "família" é aquela que passará os bons e maus momentos ao nosso lado; rir quando for engraçado e chorar se for triste; também fazer um momento triste não se tornar tão triste.

Entretanto, não são todas as pessoas que tem a felicidade de encontrar esta verdadeira "família". Eu, graças a Deus, posso dizer que fui abençoada com esta dádiva Divina e recebi uma família maravilhosa!

Pensamos assim : parentes são aqueles de sangue e dos quais a gente não escolhe participar e família é aquele grupo maravilhoso que está ao seu lado SEMPRE e que por graça de Deus, entraram de alguma forma em sua vida.

A minha família é linda e por ela eu faço tudo que puder. Estamos juntos sempre, nos confortamos e nos amamos. A esta família, eu junto aqueles amigos que aparecem em nossa vida e, às vezes, nem os conhecemos, mas que nutrimos um imenso carinho e volta e meia nosso pensamento vai para aquela pessoa.

Mesmo pequena, minha família tem uma energia grandiosa e agora, perto do nascimento de Jesus e sem a peça-chave da minha família presente entre nós (mas tenho certeza que está presente espiritualmente), gostaria de dizer o quanto eu amo vocês e o quão eu gostaria que tudo de melhor acontecesse sempre na sua vida: Ygor, Alvaro, Dudu, Adilson, Gisele, Rafael, Juan, Florzinha, Gui, Ritinha, Maris (ana, luce e lene), Lenize, Gil, Nanda, Princesa.

Os meus amigos, não preciso citar os nomes - cada um deles sabe se é e o quanto é importante para mim e na minha vida - o meu muito obrigado e o meu amor.

Para aqueles que, por algum motivo, não gostam de mim, tenha certeza de que a recíproca não é verdadeira: não guardo raiva nem rancor de ninguém. Desejo-lhe(s) o melhor - tanto quanto eu gostaria que fosse para mim.

Para os que acham que eu poderia ser mais amiga e não sou, me perdoe - realmente eu tento dar o melhor de mim, mas nem sempre consigo. Sinta-se abraçado(a) e beijado(a). Também amo você!

O melhor Natal do mundo para todas as pessoas - longe ou perto, amigos ou nem tanto, conhecidos e desconhecidos!

FELIZ NATAL!!!!!!!

Mel

terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Mudanças!!!!

Nem começamos o novo ano e já iniciei com mudanças - você agora terá uma nova página inicial www.melgama.com (que eu ainda estou terminando) e somente vai encontrar os links que existiam naquele pequeno menu, aqui no meu Blog ou no Grupo do Yahoo.

Portanto, não se assuste se a página parece estar em ingles (e está) - é só vc clicar em BLOG e vir direto procurar o menu que você deseja, ok?

Beijão a todos
Mel

sábado, 6 de dezembro de 2008

Natal chegando...



















O Natal está chegando e eu bem sei que vocês gostam de novidades... :)

Apesar de este ano eu não estar com espírito de comemorações, fica o meu carinho e a certeza de um novo amanhecer a todos que me acompanham e torcem por mim.

Meu sincero agradecimento a todos aqueles que me confortaram e respeitaram o meu silêncio durante este triste período em minha vida ao ter de me separar de minha mãezinha querida que conviveu comigo diariamente por 46 anos e que, ao final, se tornou minha bebezinha...

O meu Natal será comemorado no Lar do Frei Luiz, ao lado do meu amor e das minhas queridas velhinhas - são 30 mulheres e 2 homens. Preparei um presente especial para cada um deles: uma bolsinha com objetos de necessidade tais como: sabonete e saboneteira, pasta e escova de dente, desodorante, polvilho antisséptico, shampoo, hidratante, pente, escova, espelho, toalhinha de mão, batom (para as mulheres, óbvio) e, como não podia deixar de ser, pra ter a minha cara, coloquei um ursinho de pelúcia para cada um deles... Acho que vão gostar! \o/

Quanto aos gifs, que eu já ia me esquecendo :P vcs podem encontrar neste link que, para quem não conhece, abriga os antigos cartões da minha página e é só passar o mouse por cima da imagem que vc vai encontrar o link para colocar no Orkut ou onde desejar.

Fiquem com Deus e que o Senhor cubra seu lar com seu manto de Luz durante todos os dias de sua vida!

Beijo no coração
Mel

quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Ajudar faz bem pro coração...

Oi, gente!

Sei que estou sumida mas preciso desse tempo só pra mim. Perdoem-me e espero que entendam.













O Natal está chegando e a maior representação do Natal é poder ajudar aqueles que precisam, seja do jeito que for e da forma que você puder.

Neste momento de tristeza para todos, venho pedir a sua ajuda para nossos irmãos Catarinenses que estão passando por momentos muito difíceis, perdendo tudo, incluindo muitas vidas.

A Defesa Civil de Santa Catarina abriu duas contas bancárias para receber doações em dinheiro para ajudar as vítimas das chuvas que atingem o estado desde o fim de semana. Os interessados podem depositar qualquer quantia nas contas:

- Banco do Brasil
Agência 3582-3
Conta corrente 80.000-7

- Besc
Agência 068-0
Conta Corrente 80.000-0.

O nome da pessoa jurídica é Fundo Estadual da Defesa Civil, e o CNPJ, 04.426.883/0001-57.

Segundo o governo estadual, o dinheiro arrecadado será usado para compra de mantimentos que serão distribuídos entre os moradores das cidades que tiveram alagamentos e deslizamentos.
Fonte: g1.globo.com

Espero que cada um possa ajudar da forma que melhor lhe aprouver - nem que seja somente através de preces para consolar as famíluias atingidas.

Beijos e fiquem com Deus
Mel

sábado, 4 de outubro de 2008

Saudade...

"Saudade - palavra triste quando se perde um grande amor! Na estrada longa da vida eu vou chorando a minha dor... igual uma borboleta vagando triste por sobre a flor..." (trecho da música de Hermínio Gimenez)

No próximo dia 18 de outubro farão 3 meses que minha mãezinha desencarnou e finalmente parou de sofrer. Pela primeira vez eu sonhei com ela - sentada ao lado de duas pessoas muito querida que trabalhava no club que ela tanto amou - Olympico Club. Seu olhar estava sereno e ela sorriu para mim mas eu não escutava nenhuma palavra... :(

Durante estes 3 meses, muitas coisas aconteceram, incluindo a minha viagem para a Europa. E, nestes 3 meses, tive tempo para pensar na minha vida e perceber as pessoas que realmente me amam ou as que simplesmente convivem comigo e, com isso, passei a ficar mais exigente.

Mamãe era uma pessoa extremamente ligada às coisas materiais (completamente diferente de mim) e, em virtude disso, resolvi esperar 90 dias para tirar coisas dela daqui de casa e oferecer para quem realmente precisa.

Por opção exclusivamente MINHA, decidi que todas as coisas só serão dadas a quem o meu coração disser que é a pessoa certa. Com isso, já perdi uma amiga que acompanhava por muito tempo e também uma pessoa da família. Em contrapartida, ganhei o sorriso mais lindo e puro de um rapaz (uns 40 anos eu acho) que sofre de paralisia cerebral desde que nasceu e que conhece a mim, meu filho e minha mãe há 16 anos. Toda vez que ele me vê passar, faz questão de ganhar um beijo e põe a mão no coração e diz "vovó" e "Ygor". Esta é a forma mais pura de amor! E vc precisava ver a alegria dele quando falei que ele ia ganhar a cadeirinha de banho da vovó - isso me deixou muito feliz! Tenho certeza de que é isso que ela quer! :)

Invariavelmente eu me sinto triste e dou umas choradinhas (minha mãe dizia que eu sou uma espírita de merda - desculpem o termo, mas é o que ela falava). Graças a Deus, tenho perto de mim o meu amor, meu filho, minha amada Ritinha, minha tia Lenize, tio Gil, Nanda, minha irmã Dudu, meu cunhado amado Adilson e meu neto Juan. Isto sem contar com amigos antigos e outros que conheci durante o período em que mamãe estêve no hospital e que alguns, apesar de nunca tê-los visto pessoalmente, estiveram presentes na minha vida e vão deixar marcas para sempre: Mara, Ângela, Ângela de Arraial, Ester, Marcel e Yemna, Jean e Pri, Eudes, Tereza e Michaela, Lia, Márcia, Juarez, Marcio, Majofe, Déia, Narinha e Bella (minhas piolhinhas amadas), Tereza Cristina, Maria Cristina e Bê, Necka, Paty Hall, Regina, Romy, João, Roseny e Telma, Vânia e Jorge, Vê, Weruscha, Zé Carlos, Zu, Lena, Debbie, Tica, Rosa Cabral, Marise, Felina, GP, Wálria, Jurassy e Margarida e alguns outros que me apoiaram.

Como vcs podem ver, sou muito seleta nas minhas amizades e invariavelmente eu faço uma limpa na minha lista e acabam sobrando poucos e, algumas vezes, entrando novos amigos. Mas que são amigos verdadeiros e que eu amo muito por me ajudar a vencer a minha saudade.

Pensando bem e com frieza, veremos que tudo foi planejado pelo Criador de forma que não deixasse uma recordação triste ou ruim: os 16 dias que minha mãe ficou internada no CTI, serviram para que pudéssemos ir nos acostumando a ficar sem sua presença dentro de casa e nos preparar para a hora da separação.

Tudo continua exatamente como estava no dia que ela saiu para o hospital - mesma roupa de cama, a escova de dentes no mesmo lugar, etc... Mas isso não quer dizer que o quartinho dela ficou triste - é gostoso ficar lá e abraçar o travesseiro dela e sentir o cheirinho dela que ainda está forte. O quarto da mamãe ficou como um lugar de paz dentro da casa.

Meu medo vai começar agora qdo eu tiver de começar a doar as coisinhas dela, mas que eu vou fazer sem pressa e com amor - escolhendo a dedo quem será o privilegiado de receber algo de uma mulher tão corajosa, que criou uma filha sozinha à custa de muita costura e que, durante 5 anos estêve presa numa cama sem poder andar e com artrose nas duas mãos, o que a fazia completamente dependente de nós... Hoje eu tenho certeza de que ela está em paz, sem dor, caminhando e até correndo entre os campos, ao lado de seus pais, irmãos, do meu pai e de pessoas a quem ela sempre amou demais.

Termino agora com a imagem que me marcou muito na minha exposição em Paris - Madonna de Arminda Lopes. É exatamente assim que me sinto - uma mãe que perdeu seu bebezinho... :(
Obrigada, Arminda, por tão bela obra que tanto me fez chorar!

Beijos e fiquem com Deus!

Mel

domingo, 21 de setembro de 2008

Voto NULO


Não gosto de discutir sobre política mas fica aqui o meu descontentamento com a nossa política PODRE e CORRUPTA.

Sou absolutamente CONTRA a obrigatoriedade de voto - vivemos em uma democracia e por este motivo, me recuso a ter de escolher entre os menos piores candidatos principalmente depois de ser aprovada a candidatura de pessoas com ficha suja.

Então, eu VOTO NULO! Esta é a minha forma de mostrar que não sou feliz com a política de nosso país.
Visite http://www.votonulo.org/

Beijo a todos e fiquem com Deus!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...