segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Adeus ano velho... feliz ano novo!



Resolvi fazer uma retrospectiva de tudo que se passou em minha vida no ano de 2009 - aspectos positivos e, é claro, negativos - que nos fazem crescer como pessoa e são essenciais para isto.

Aspectos positivos:
- Consegui sair de enorme depressão depois do desencarne de minha mãezinha.
- Encontrei o Pretim - um anjo bom que Deus mandou para mim e que muito me ajudou e me faz companhia.
- Meu filho entrou para a faculdade e está fazendo Direito (sonho de minha mãezinha).
- Fiz as cirurgias que eu sempre sonhei e tudo correu bem!
- Minha saúde se comportou muito bem durante todo o ano, o mesmo digo com relação ao meu more e meu filho.
- Viajei para a França com meu more e foi maravilhoso.
- Financeiramente também não posso reclamar.
- Passei um Natal sem igual com as minhas idosas do Lar de Frei Luiz, meu more, minha mana, meu cunhado e meu neto.
- Terminei o curso de Introdução à Doutrina Espírita (agora faltam só 6 anos! :D)
- Comecei a praticar o Culto do Evangelho no Lar e não deixei de cumpri-lo nem um dia sequer - já são 4 meses, uma vez por semana!
- Aprendi a praticar o PERDÃO.
- Consegui inaugurar a lanchonete da minha irmã e está sendo um sucesso.

Aspectos negativos:
- Foi um ano muito difícil de adaptação sem a minha mãezinha por perto.
- Minha inspiração me deu o bolo e fugiu.
- Sinto-me decepcionada com meu trabalho.
- Ano de muitas lágrimas e depressão.
- Muita saudade de pessoas queridas que já partiram.

Desejos para 2010:
- Que minha inspiração retorne.
- Que eu possa ajudar, com a minha arte, a divulgar a Doutrina Espírita.
- Que eu possa continuar o curso.
- Junho >>> Inglaterra!
- Que meu filho se mantenha firme em seu propósito.
- Saúde para mim, para os que amo e para aqueles que não gostam de mim por algum motivo.
- Que eu possa sempre servir, independentemente de para quem seja, desde que seja fazendo o bem.
- Que eu ainda possa contar com a presença do meu more por muitos anos - meu grande amigo e alma gêmea de tantas vidas!

Bom... acho que é isto. Dá para se perceber, nitidamente, que os aspectos positivos superaram em muito os negativos. E, com isto, a certeza de que podemos ser melhores sempre, independentemente da religião que seguimos - só depende de nós.

Que o Ano Novo traga para você muitas surpresas e a certeza de poder ser cada vez melhor!

Feliz Ano Novo!
Mel

sábado, 19 de dezembro de 2009

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Uma Estrela para Você - Leilão de Imagem



Começando o leilão de imagens no Mercado Livre, na conta do meu mozão: ENNES_RJ.

A primeira imagem é esta que, particularmente eu acho linda! Clique aqui.

Participe!

Beijão
Mel

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Venda de imagens no Mercado Livre



Coloquei 6 artes impressas em tela à venda na conta do meu marido, no Mercado Livre - o preço gira em torno de R$95,00 e é uma oportunidade para aqueles que gostariam de adquirir meus trabalhos e não tinham como fazer isto.

Caso dê certo, tenho muitas imagens impressas em papel fotógrafico que colocarei logo, conforme forem sido vendidas as que estão anunciadas, pois quero zerar o meu estoque e desocupar espaço.

Portanto, esta é sua chance: o preço está muitíssimo aquém do que valeria, visto que são telas exclusivas e únicas, mas é uma forma de ajudar a quem tb não tem condições de pagar fortunas por um trabalho meu (até porque minha inspiração não anda me ajudando :P).

Beijo grande e fique com Deus
Mel

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Feliz Natal!



Vc pode baixar a imagem aqui ou clicando na imagem aí de cima e seguindo os passos que se encontram logo abaixo.

Para baixar o arquivo, clique neste link e depois em DOWNLOAD.


Quando você clicar em Download, provavelmente vai aparecer uma propaganda do site, então você deve clicar em "CLICK HERE TO CONTINUE IN DEVIANT ART", que se encontra no alto e à direita >>> clique novamente em Download >>> a imagem em alta resolução vai ficar carregando >>> quando carregar completamente, clique com a lupa para mostrar no tamanho original >>> com o botão direito do mouse escolha: "Salvar imagem como" >>> depois é só localizar no seu computador e mandar imprimir.

Espero que gostem!!!!

Fiquem com Deus
Mel

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Calendário 2010 e mais!



Olá gente querida!

Ontem encerramos a fase de Introdução à Doutrina Espírita. Retorno aos estudos em março e só fazendo o curso para você ter idéia da beleza que é a Doutrina e do quanto ainda temos que aprender!

Segue foto do meu grupo.
Lar de Tereza - Núcleo Paulo Estevão
5ª. feira - tarde
Organizadores: Lurdes, Murillo e Cristiane.



A coisa mais linda é ter recebido um beijo de uma criaturinha enviada por Deus!


O Natal está chegando e, como geralmente costumo fazer, ofereço aos meus fãs e frequentadores da minha página, o calendário 2010, em formato A4, que deverá ser baixado da minha galeria e impresso por você com os melhores votos de um Natal cheio de paz e Ano Novo repleto de amor e fé.

Para baixar o arquivo, clique neste link e depois em DOWNLOAD.


Quando você clicar em Download, provavelmente vai aparecer uma propaganda do site, então você deve clicar em "CLICK HERE TO CONTINUE IN DEVIANT ART", que se encontra no alto e à direita >>> clique novamente em Download >>> a imagem em alta resolução vai ficar carregando >>> quando carregar completamente, clique com a lupa para mostrar no tamanho original >>> com o botão direito do mouse escolha: "Salvar imagem como" >>> depois é só localizar no seu computador e mandar imprimir.

Espero que gostem - foi feito com MUITO amor!

Beijo no coração
Mel

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Saudade sem Lágrimas



Neste dia de Finados, tive o enorme prazer de participar de um encontro no Lar de Tereza (Núcleo Emmanuel - Largo do Anil), de um encontro chamado Saudade sem Lágrimas onde a palestrante foi a querida Graça Antunes (quem me introduziu na Doutrina e no Lar de Tereza), contando também com a participação da querida D. Brunildes (fundadora do Lar de Tereza e que nos ofertou com uma belíssima psicografia), além de poder compartilhar da presença de meu maridão, minha irmã querida Dudu, meu cunhado e meu sobrinho-neto Juan.

Fui convencida a participar deste Encontro com a idéia de que devemos orar, neste dia em especial, não somente pelos "nossos mortos" mas também por aqueles que já não possuem quem possa orar por eles. E isto me fez pensar em quantas pessoas desencarnam e não deixam nenhum herdeiro ou familiar. Aquela tumba vazia, sem flores, sem orações... E foi realmente lindo! :)





Deixo para reflexão esta linda mensagem psicografada por Chico Xavier:

Eles estão vivos...

Ainda quando não reconheças, de pronto, semelhante verdade, eles vêem-te e ouvem-te!

Quanto é possível, seguem-te os passos compartilhando contigo problemas e aflições !

Compadece-te dos que te precederam na Grande Renovação!

Aqueles que viste partir de mãos desfalecentes nas tuas, doando-te os derradeiros pensamentos terrestres, através dos olhos fitos nos teus, não estão mortos.

Entraram em novas dimensões de existência, mas prosseguem de coração vinculado ao teu coração.

Assinalam-te o afecto e agradecem-te a lembrança, no entanto, quase sempre se escoram em tua fé, buscando em ti a força precisa para a restauração espiritual que demandam.

Muitos deles, ainda inadaptados à vida diferente que são compelidos a contornar, pedem serenidade na tua coragem e apoio no teu amor...

Outros, muitos, jazem mergulhados na bruma da saudade, detidos na sede de reencontro, ante as requisições continuadas dos teus pensamentos de angústia.

Muitos outros seguem-te ainda...

Aqueles que se despediram de ti, depois de longa existência, abençoando-te a vida; os que amaste, indicando-lhes o caminho para as esferas superiores; os que levantaste para a luz da esperança e aqueles outros que socorreste um dia, com o ósculo da amizade e da beneficência...

Todos te agradecem, estendendo-te os braços no sentido de te auxiliar a transpor as estradas que ainda te cabem percorrer.

Auxilia aos entes queridos na Espiritualidade, a fim de que te possam auxiliar!

Se lhes recorda a presença e o carinho, preenche o vazio que te impuseram à alma, abraçando o trabalho que terão deixado por fazer.

Sê a voz que lhes reconforte os seres amados ainda na Terra, a força que lhes execute o serviço de paz e amor que não terminaram, a luz para aqueles que lhes lastimam a ausência em recantos de sombra, ou o amparo em favor daqueles que desejariam continuar te sustentando no mundo !

Compadece-te dos entes queridos que te antecederam na Grande Libertação!

Chora, porque a dor é fonte de energias renovadoras por dentro do coração, mas chora trabalhando e servindo, auxiliando e amando sempre!

E deixa que os corações amados, hoje no Mais Além, te enxuguem as lágrimas, inspirando-te acção e renovação, porque, no futuro, tê-los-ás a todos positivamente contigo nas alegrias do Novo Despertar.

Espírito: EMMANUEL

Médium: Francisco Cândido Xavier

Livro: “Caminho de Volta” - Edição GEEM

domingo, 25 de outubro de 2009

Allan Kardec



Finalmente a página que eu tanto queria está finalizada - a biografia de Allan Kardec e um pouquinho sobre esta maravilhosa Doutrina que tanto me ensina e ajuda.

Em alguns dias, espero poder estar com a página em inglês (versionada) também no ar e, com isso, levar um pouco de paz para as pessoas que não tem acesso à nossa língua.

Espero que seja de bastante serventia - peço a todos vocês, mesmo que sejam de outras religiões, que leiam a página com carinho - com o coração.

Beijo carinhoso e fique com Deus
Mel

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Saudade é a dor que fica...



Esta é uma frase que eu sempre disse, principalmente depois que minha mãezinha partiu, seguindo seu caminho.

Como vocês sabem, tenho feito, criteriosamente, o estudo do Evangelho todas as terças, na minha residência e tem sido extremamente gratificante e consigo aprender muito com isso.

Hoje, a mensagem recebida do livro " O Céu nos Ajudará e o Grande Sermão" da querida Brunilde Mendes do Espírito Santo - fundadora do Lar de Teresa, onde frequento, foi a seguinte:
"Natural é a saudade sentida com a perda de um ente querido. Todavia, se substituirmos a palavra perda pela palavra ausência, seremos levados a considerar esta ausência como resultado de uma viagem a um país longínquo, para o qual não podemos ir.
Quando acreditamos na existência de um mundo espiritual, sentimos mais conforto, pois, a cada dia que passa, estamos mais perto do reencontro com aquele que julgávamos ter perdido. Portanto, quando a saudade nos tomar o coração, transformemos a perda em ausência, e estaremos dando o primeiro passo para aceitar esse item da Lei da vida..."

Perder Alguém é Perder Parte de Nós

Nas muitas manifestações que recebemos, boa parte relaciona-se à perda de parceiros de vida. Aqueles espíritos que escolhemos, antes de iniciarmos esta atual "viagem", para nos acompanharem e com eles compartilhar alegrias e tristezas. Para juntos evoluirmos, dia-a-dia, a despeito de eventuais pendências que possam advir de vidas passadas.

Bem sabemos que no caso de pais e filhos, parece insuperável a dor da ausência. "Entrar numa casa vazia pode ser, para quem perdeu o marido, a mulher, os pais ou os filhos, uma das experiências mais difíceis do cotidiano. Quando este alguém morre, o mundo parece desmoronar. Inicialmente, somos tomados pela perplexidade, como se nos encontrássemos num país estrangeiro e ninguém falasse nossa língua.

"Nós nos sentimos perdidos, como num pesadelo de que não conseguimos acordar. Vagamos como se estivéssemos adormecidos e, mesmo assim, uma terrível tristeza nos traz de volta à realidade. Nosso companheiro ou nossa companheira partiu e ficamos incompletos e vulneráveis. Não há ninguém que nos motive a despertar pela manhã ou nos convença a ir dormir à noite. Na realidade, não conseguimos enfrentar a hora de ir sozinhos para a cama. Tudo isso faz parte do processo normal de sofrimento.

"Perder alguém é, em certo sentido, perder parte de nós mesmos. Confiávamos um no outro, éramos íntimos, e nos apoiávamos em todas as ocasiões. Agora, quando mais precisamos de sua companhia, estamos sós. Tudo que construímos juntos parece sem sentido e vazio, porque não podemos compartilhar. Parece quase impossível fazer parte de um mundo em que ele ou ela não esteja mais presente".

Qualquer um pode observar que, ainda entre pais e filhos aparentemente sem sintonia, o abalo é gigantesco. No dia em que um deles morre, o outro deixa de ser aquele de sempre. Prevalece a angústia. Alguns parecem jamais se recuperar e ficam as lembranças dos velhos dias felizes. Crêem que só serão verdadeiramente felizes quando se encontrarem de novo em espírito. Então, aquela parte deles que morreu renascerá.

Mas não é necessário esperar tanto. Nossa experiência demonstra que nada mais irreal do que a sensação de distanciamento, de perda. Seus pais, que a amavam tanto, continuam em seu coração, vivem com você; mas não apenas isto. Suas almas a acompanham em sua jornada, mas, não menos certo, precisam de ajuda para poder ajudá-la. Sua angústia é a angústia dele, quando sente que nada podem fazer para te consolar.

Por isto, digo que um exercício eficaz para superar o trauma da ausência é conversar. Isto mesmo. Podem te achar maluca, mas você e eu (ao menos) sabemos que não é ! Converse com quem se foi, mas de maneira positiva, alegrando-se na certeza de que eles existem e assim ajudando-os a compreender seu novo estado. Fale com else como foi seu dia, suas dúvidas, seus planos e peça a sua opinião. De uma maneira ou de outra, por iniciativa própria (quando permitido) ou por intermédio de espíritos de luz, seu recado lhe chegará, mesmo que através dos sonhos.

Pode ser um exercício doloroso, pois quem ficou quer mais. Mas lembre-se, sempre, que a ajuda precisa ser mútua. Portanto, tanto mais estará fazendo bem aos pais que se "distanciaram" na medida que reconhecer esta verdade e aceitá-la, com paz no coração. Não se vincule a uma comunicação que pode nunca vir, pois a espera e a falta podem se transformar em flecha de dor. E sua dor, não se esqueça, é a dor deles. Viva este momento com confiança na imortalidade do espírito, pois só esta certeza, sincera e sólida em seu coração, fará curar as cicatrizes e ajudar quem se foi.
Marcos Grignolli

Espero que estas mensagens tenham lhe trazido um pouco de conforto, como trouxeram a mim!

Beijo grande e fique com Deus!
Mel

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Cartões Animados Mel Gama



Não estou nem acreditando que eu, finalmente, consegui colocar no ar a nova página de cartões com as MINHAS imagens animadas! Deu um trabalhão danado mas eu acho que valeu a pena... :)
Este é o endereço da nova página de cartões http://www.melgama.com/ecards/

Gostaria que dessem uma olhada, testassem e dessem um retorno no meu blog: http://melgama.blogspot.com

As estatísticas do meu site mostram que mais da metade dos meus visitantes são do exterior, portanto, me vejo numa situação desagradável porque não quero fazer uma página só para eles e nem tenho conhecimento suficiente de inglês para fazer isso. Então, se você visualizar alguma coisa escrita errada (em inglês ou portugu~es) pode me avisar que eu não vou ficar chateada - pelo contrário - vou agradecer muito por estar me ajudando!

Talvez você não saiba mas eu não ganho NADA com o meu site e que eu cuido dele sozinha - se eu enchesse meu site de banners e pop-ups, com certeza iria ganhar um bom dinheiro mas sei o quanto é chato entrar em um site e ficar um monte de propagandas na nossa cara. Menos ainda, tirei todas as minhas "prints" do ar e decidi que, a partir de agora vou tentar fazer do meu site uma extensão da sua casa, onde você poderá encontrar aquele abraço apertado e as palavras que procurava.

Por este motivo, a extensão da sua casa será o meu blog e eu espero, sinceramente, poder ajudar de alguma forma.

Em breve estarei repondo o recomenda que está na página de mensagens por este que estou utilizando agora - só preciso de tempo!

Beijo grande no teu coração e fique com Deus

Mel

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Perdão - O Caminho da Felicidade!



Perdão - O Caminho da Felicidade!
Autor: Nelson Moraes


Perdoa-me, se na minha ignorância feri você.

Talvez eu tenha sido um crítico muito severo, detendo-me apenas na observação dos seus erros e falhas, esquecendo das enormes qualidades que você possui.


Tive olhos para ver o argueiro em você, sem perceber a trave empanando-me a visão. Reconheço em mim alguma das fraquezas que encontrei em você, portanto, jamais poderia ter atirado a primeira pedra.

Compreendo, agora, que todos estamos matriculados na escola da vida, na condição de eternos aprendizes e que somos passíveis de erros e falhas, por isso mesmo lhe peço, perdoa-me.
A partir de hoje reconheço-lhe, alma querida do meu coração.

Talvez você ainda não consiga perdoar-me e, com razão, mas tenho a certeza de que o Advogado Divino vai absolver-me, porque nestas palavras coloquei toda a força do meu coração arrependido.

Guarde a certeza, alma querida, nas minhas preces lhe envolvo com especial carinho e, quando não puder exaltar suas qualidades, saberei calar as fraquezas que você e todos nós ainda possuímos e que só o tempo poderá apagá-las em nós.

Sonho um dia poder abraçar-lhe e, no clima do entendimento fraterno, lavar as nossas diferenças com as lágrimas do perdão.

Rogo a Deus que você encontre a paz e a felicidade que deseja, assim como, nesta atitude, encontrei a paz e a felicidade que tanto necessitava.

Fiquem com Deus!
Mel

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Evangelho no Lar



Como Você Pode Fazer o Evangelho no Lar:

Primeiro você marca um dia e um horário apropriado para fazer o Evangelho no Lar junto com seus familiares ou até mesmo sozinha(o) se necessário. Quando vamos começar o Evangelho no Lar, alguns familiares torcem o nariz achando que vamos ficar paranóicos com isso e preferem não participar.

Você deverá realizar o Evangelho naquele mesmo dia e hora que você escolheu, durante todas as semanas. Evite atrasos ou mesmo adiamentos - não são só os encarnados que farão parte desta "reunião", mas também os desencarnados que gostariam de aprender um pouco mais sobre o Evangelho.

Não prolongue muito a sua reunião. Ela deve demorar, no máximo, 1 hora. O ideal é fazer o culto entre 15 minutos e meia hora.

Prepare sua casa e o seu coração: - uma toalha branca na mesa é sempre bem vinda, algumas flores (mesmo artificiais), uma imagem de Cristo se você desejar e uma jarra de água que será energizada e que você(s) poderá tomar depois para se sentir fortalecida(o). Procure ficar na sala uns 10 minutos antes e coloque uma música suave do tipo Melodia dos Pássaros ou Colinas de Algodão (eu AMO!).

1. Leitura de uma mensagem - recomendo: Fonte Viva, Pão Nosso, Palavras de Vida Eterna, Mensagens de Scheilla. Escolha uma mensagem ao acaso e leia ou peça a alguém que esteja participando do culto para ler. Leia com o coração.

2. Prece Inicial: Faça uma simples e espontânea prece. Não decore e nem faça nada antecipado - deixe sair naturalmente as palavras. Busque em sua mente aquela paz interior, equilibrando assim nossa aura, sintonizando-nos com o Plano Superior e peça aos Espíritos de Luz que proteja a casa e os presentes - encarnados ou não, a fim de que possam elevar seus conhecmentos.

3.Leitura do Evangelho: Faça a leitura de um Capítulo do Evangelho, com voz clara, para que todos possam entender e, depois, comentar. O Evangelho poderá ser aberto ao acaso ou mesmo ser estudado seqüencialmente, que é o que eu prefiro. Após a leitura, os participantes do culto podem comentar o que ficou entendido (ou deixou de ser entendido) e, assim, terão possibilidade de aumentar seus conhecimentos.

4.Prece de encerramento: uma prece simples, agradecendo ao Plano Superior e aos Amigos Espirituais que deram sustentação ao Evangelho no Lar, num clima de paz, amor e harmonia, agradecendo a paz e as lições recebidas.

Ao final, todos podem beber um pouco da água fluidificada e você sentirá uma paz imensa em seu coração e na casa onde foi feito o Culto.

Espero que isto possa ajudar alguém assim como me ajudou!

Beijo grande e fique com Deus
Mel

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Menopausa... uiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!!!!!



Pois é... estou com 47 anos (mais pra 48 que 47) e começam a aparecer os malditos sintomas da menopausa.

Na verdade, uma série de fatores acaba levando a gente à uma quase loucura - a pele fica mais flácida (mesmo que vc besunte tudo de creme todo dia e se mate de malhar), aqueles quilinhos indesejáveis parecem que já se apoderaram definitivamente do seu corpo e não te largam mais, a menstruação (antes tão certinha) nunca tem hora pra chegar e só chega nos momentos mais indesejáveis possíveis e como se fosse uma cachoeira; e o que falar da cara da gente? podemos colocar a nossa melhor roupa que sempre estamos achando que estamos ENORME de GORDA e a cara mais velha e pelancuda do que nunca! afffffff

Quanto ao desejo sexual, isso é um sério problema - CADÊ ???? O que vem a ser isso????
Resumindo: - fica tudo uma droga, você fica mau-humorada, se sentindo péssima e horrorosa e, se não tiver um parceiro que reconheça e compreenda seus "problemas", cara amiga, você está literalmente ferrada!

Bom, talvez eu esteja sendo pessimista demais e acabe assustando as moçoilas que estão longe desta fase. O fato é que eu não ando feliz com nada - nem comigo, nem com nada que acontece na minha vida e, invariavelmente, minha vontade é de sumir! Espero que tudo isto seja realmente derivado da maldita. Talvez, quando ela chegar de vez, deixe de ser a tal "maldita" mas, por enquanto, eu estou detestando esta fase - pior que adolescência! Uiiiiiiiiiiiiii!!!!!

Beijo no coração e fique com Deus
Mel

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

Síndrome da Alienação Parental - Pense nisso!!!!

The sad family
© Photographer: Redbaron | Agency: Dreamstime.com



Veja se você já viu este filme:
- Um casal leva um casamento a trancos e barrancos durante anos. A mulher acha que o marido tem outra e resolve engravidar. Depois do nascimento da(s) criança(s), a relação vai ficando cada dia mais insuportável terminando, por fim, na separação já esperada deste casal.
As crianças, ainda em tenra idade, não tem a facilidade de fixar na memória aqueles momentos "especiais" que passou junto a seu pai e a mãe, aproveitando-se disto, bombardeia a criança com falsas memórias sobre o pai.
Resultado: pai extremamente infeliz e criança(s) com sentimento de puro abandono.

O que é a Alienação Parental

Síndrome de Alienação Parental (SAP), também conhecida pela sigla em inglês PAS, é o termo proposto por Richard Gardner [3] em 1985 para a situação em que a mãe ou o pai de uma criança a treina para romper os laços afetivos com o outro genitor, criando fortes sentimentos de ansiedade e temor em relação ao outro genitor.

Os casos mais freqüentes da Síndrome da Alienação Parental estão associados a situações onde a ruptura da vida conjugal gera, em um dos genitores, uma tendência vingativa muito grande. Quando este não consegue elaborar adequadamente o luto da separação, desencadeia um processo de destruição, vingança, desmoralização e descrédito do ex-cônjuge. Neste processo vingativo, o filho é utilizado como instrumento da agressividade direcionada ao parceiro.


O Genitor Alienante

  • Exclui o outro genitor da vida dos filhos

    • Não comunica ao outro genitor fatos importantes relacionados à vida dos filhos (escola, médico, comemorações, etc.).
    • Toma decisões importantes sobre a vida dos filhos, sem prévia consulta ao outro cônjuge (por exemplo: escolha ou mudança de escola, de pediatra, etc.).
    • Transmite seu desagrado diante da manifestação de contentamento externada pela criança em estar com o outro genitor.
  • Interfere nas visitas

    • Controla excessivamente os horários de visita.
    • Organiza diversas atividades para o dia de visitas, de modo a torná-las desinteressantes ou mesmo inibí-la.
    • Não permite que a criança esteja com o genitor alienado em ocasiões outras que não aquelas prévia e expressamente estipuladas.
  • Ataca a relação entre filho e o outro genitor

    • Recorda à criança, com insistência, motivos ou fatos ocorridos que levem ao estranhamento com o outro genitor.
    • Obriga a criança a optar entre a mãe ou o pai, fazendo-a tomar partido no conflito.
    • Transforma a criança em espiã da vida do ex-cônjuge.
    • Quebra, esconde ou cuida mal dos presentes que o genitor alienado dá ao filho.
    • Sugere à criança que o outro genitor é pessoa perigosa.
  • Denigre a imagem do outro genitor

    • Faz comentários desairosos sobre presentes ou roupas compradas pelo outro genitor ou mesmo sobre o gênero do lazer que ele oferece ao filho.
    • Critica a competência profissional e a situação financeira do ex-cônjuge.
    • Emite falsas acusações de abuso sexual, uso de drogas e álcool.

A Criança Alienada:

  • Apresenta um sentimento constante de raiva e ódio contra o genitor alienado e sua família.

  • Se recusa a dar atenção, visitar, ou se comunicar com o outro genitor.

  • Guarda sentimentos e crenças negativas sobre o outro genitor, que são inconsequentes, exageradas ou inverossímeis com a realidade.
Crianças Vítimas de SAP são mais propensas a:
  • Apresentar distúrbios psicológicos como depressão, ansiedade e pânico.

  • Utilizar drogas e álcool como forma de aliviar a dor e culpa da alienação.

  • Cometer suicídio.

  • Apresentar baixa auto-estima.

  • Não conseguir uma relação estável, quando adultas.

  • Possuir problemas de gênero, em função da desqualificação do genitor atacado.

http://www.alienacaoparental.com.br/

Portanto, se você se identificou de alguma forma com estas histórias, corra, procure, abrace e beije o seu PAI neste Dia dos Pais e sejam felizes como vocês merecem!

Mel

sábado, 18 de julho de 2009

1 Ano de Saudade...



Hoje faz 1 ano que minha mãezinha partiu para o outro plano e conseguiu descansar.
Acordei bem cedo (5h da manhã), esperei um pouquinho e fui com o meu Pretim assistir ao sol nascer na Avenida Atlântica. Simplesmente L-I-N-D-O!!!! Tive mais certeza ainda de que ele foi um presente enviado por ela para mim!

Triste? Não... apensas uma dorzinha chata de saudade (que é o amor que fica) e que nos faz lembrar dos diversos momentos que passamos sempre juntas.

Para ela, eu cantei e canto esta música de Evani Medina, que é a música que eu cantava quando dava banho nela:
"Anjo da Guarda, de mãos de Luz, guia meus passos para Jesus.
Anjo da Guarda, divino amigo, dai-me a ventura de estar contigo!"


Mãezinha, eu tenho certeza de que você está muito melhor agora. Faça o que estiver dentro de seu alcance para me proteger e me guiar. O resto eu dou meu jeito! Vou te amar para sempre - em todas as nossas vidas!

Aproveito para deixar aqui um beijo carinhoso para a Priscila (filha do meu amor) e que faz aniversário hoje - apesar de não nos conhecermos, tenha a certeza de que o teu pai é muito especial e eu espero que não aconteça com vc o que aconteceu com meu filho - ter de perdê-lo para começar a lhe dar valor. Que Deus te abençoe hoje e sempre.

Te amo, mãezinha querida!

sábado, 11 de julho de 2009

Pretim




Pediram pra eu colocar a foto do meu Pretim - antes e depois, que eu encontrei e adotei dia 07 passado.

Nome: Pretim
Raça: SRD (Sem Raça Definida)
Niver: 23/09 (junto com meu filhote)
Idade aproximada: 1 ano e 1/2 a 2 anos
Cor: Sal e Pimenta (preto com fios brancos)
Castrado em 09/07/09
Vacinas em dia

Estamos no site da Pedigree - Adotar é tudo de bom - com foto e tudo! Vejam a matéria! :D

Torçam por nós!
Beijão
Mel

Operação Sorriso!!!!!




Sei que muita gente pode pensar que não tem nada com isso, mas eu acho que se cada um de nós fizer um pouquinho, teremos (e não muito longe) um mundo MUITO melhor!

Esta é a Operação Sorriso que será realizada no Rio de Janeiro. Mas se você conhece alguém que sofre deste problema, é só dar uma espiada no site deles que existe esta campanha em vários lugares do Brasil. Você também pode indicar para um amigo, assim estará fazendo a sua parte.

Conto com você e seu coração!
Beijão
Mel

P.S.: Fui adicionar meu nome nos seguidores do Blog e quem eu encontro? Minha prima Elisa! Fiquei feliz! \o/

quinta-feira, 9 de julho de 2009

Missa de Libertação



Apesar de eu ser espírita, sempre respeitei e vou respeitar a religião de todos e, principalmente de minha mãezinha querida. Por este motivo, no próximo sábado, 18 de julho, será celebrada uma Missa em sua homenagem, por 1 ano de sua libertação.

Beijo no coração
Mel

terça-feira, 7 de julho de 2009

Procurava meu dono! Achei uma mãe...







Encontrei hoje (07 de julho), por volta das 11h da manhã e todo sujo de areia e molhado com uma coleira azul este totó extremamente manso e que estava desorientado por entre os carros na esquina das ruas Santa Clara e Avenida Atlântica, em Copacabana.

Depois de percorrer várias ruas junto com outra moradora do bairro (Rejane), sempre deixando que ele nos orientasse por onde seguir, fomos parar em um pet na rua Figueiredo Magalhães. Foi quando resolvi que era melhor que ele tomasse um banho e eu o trouxe para minha casa onde já comeu e tomou água. Descansa, tranquilamente, em cima da minha cama! :)

Caso você conheça o dono ou dona e, acredito que ele era bem tratado porque estava com as unhas cortadas, sem machucados e sem pulgas, favor entrar em contato comigo.

Grata
Mel
_____________________________________

EM TEMPO:

O "Pretim" ganhou uma mãe nova e eu ganhei mais um filho pretim... Estamos felizes e apaixonados. Amanhã ele vai ser castrado assim não vai correr perigo de se perder novamente por fogo no pinguelo! :D

Fiquem com Deus e torçam por nós!

sábado, 4 de julho de 2009

De voltaaaa!!!!

Bom... estou de volta depois de quase 1 mes de ausência onde passei dias maravilhosos passeando pela França com meu amor... :D
Aos poucos, muitas fotos serão colocadas no site dele e eu mesma já estou utilizando várias em meu trabalho.
Aqui você pode ter uma pequena idéia dos nossos passeios:
Strasbourg

Euzinha em Amboise:



Preparando o balão para passear:
Vista do balão:
Neste vídeo você poderá ver eu tendo aula com Pierre de como se fazer um vaso de cristal. O melhor é que ele quase não fala ingles e eu me enrolando direto! ADOREI a experiência! :)
Meu conselho é deixar o vídeo carregar primeiro e só depois vc ver pq, apesar de eu ter editado, são 9 minutos de vídeo... ;)


Em breve estarei de volta com mais notícias!
Beijo enorme e fique com Deus!
Mel

sexta-feira, 5 de junho de 2009

Parabéns, meus amores!


Hoje é um dia muito especial - aniversário da minha mãezinha (que estaria completando 84 anos) e da minha irmã querida Maria do Carmo (Dudu).

Como eu já disse em um post anterior "Pensando Bem..." - família é aquele grupo maravilhoso que está ao seu lado SEMPRE e que por graça de Deus, entraram de alguma forma em sua vida. E foi exatamente isto que aconteceu - Deus colocou a Dudu em minha vida quando eu ainda era uma menina de uns 11 anos e ela já mocinha, com quase 21. Dudu veio do Espírito Santo para ser minha companhia nas festinhas e minha mãe a adotou como filha (porque eu tenho certeza de que ela foi sua filha em outras vidas), apesar de ela ter sua família consanguínea até hoje, ela é minha irmã e filha querida da minha mãezinha que sempre se pareceu mais com ela do que eu.
Lutadora, guerreira, brava, determinada, especial - estas são algumas qualidades da minha irmã e que eu poderia dizer que qualificariam também a minha mãezinha. Simplesmente iguais. Até no dia do aniversário.

Uma já não está mais ao alcance de nossos olhos mas eu tenho certeza que sempre está velando por nós. A outra está aí, minha irmãzinha querida, que hoje sofre porque sempre comemorou esta data com sua "mãe" de outras vidas. Entretanto, a vida é feita de chegadas e partidas e precisamos seguir com a nossa até a hora que Deus achar que fizemos o melhor por aqui e passarmos para o outro plano.

Dudu, minha irmã querida e abençoada - que Deus esteja sempre presente em seu lar, emanando luz de amor e esperança ao seu coração.

Mãezinha querida, que você esteja em um lugar lindo como o que eu sempre sonho e que eu possa ter a grandeza de um dia te reencontrar.

Amo vocês! Para sempre!
Mel

domingo, 10 de maio de 2009

Feliz Dia das Mães!

video
Esta é uma pequena história e singela homenagem à minha mãezinha Laysi de Souza Campos, que se encontra no Plano Superior desde julho de 2008.
Guerreira incansável, lutou para criar sua filha sozinha e sair do interior para uma cidade grande.
Lutou bravamente até o fim de seus dias nesta Terra, contra o Mal de Parkinson, que foi lhe tomando as forças, dia após dia.
Foram 46 anos de amor e convivência dos quais me orgulho profundamente e pela experiência que espero ter de passar tantas vezes se façam necessárias para que nosso laço seja sempre mais forte.
Te amo, mãezinha! Que você esteja na paz do Senhor!
P.S.: Obrigada ao meu amor que me ajudou a terminar este vídeo!
Feliz Dia das Mães a todas que aqui estão e as que já partiram!
Crédito: Fredd Mercury e Montserrat C. : How Can I Go On
No You tube você também pode ver este vídeo. Clique aqui.

quinta-feira, 30 de abril de 2009

Uiiiiiiiiii que medaaaaaaaaa!!!!!!!!!!!

Hoje eu não estou bem - sinto-me angustiada e desiludida com uma série de coisas. Tenho certeza de que isto logo vai passar, mas meu coração fica sempre apertadinho e me dá vontade de chorar quando estou assim...

Sempre me considerei uma pessoa forte e que procura enfrentar todos os obstáculos de cabeça erguida. A minha religião me ajudou a me preocupar mais com as pessoas e tentar de toda forma perdoá-las e fazer com que outras pessoas evitem guardar mágoas de outras. Entretanto, existe uma enorme diferença entre você ser uma pessoa solidária com ser uma pessoa imbecil...

Uma das coisas que eu detesto é quando alguém grita comigo - acho que eu deveria levar isto a um psiquiatra pq deve ser algum tipo de trauma - se alguém começa a gritar comigo, meu corpo todo começa a tremer e me sobe uma onda de raiva e vontade de chorar inacreditáveis. Geralmente essa sensação persiste por alguns dias e é nisso que me sinto mal pois fico sempre tentando estar equilibrada...

Esta é a grande vantagem de se ter um blog - você pode desabafar, mesmo que ninguém esteja te escutando... vc pode até xingar a pessoa que te deixou assim e ela nem saber disso! A internet é sim, uma faca de dois gumes... mas graças a Deus eu consigo ficar sempre do lado da faca que não está afiado...

Brigadão, gente, por todo esse carinho! Já me sinto muito melhor agora...

segunda-feira, 20 de abril de 2009

Novidades no Site


Oi, gente querida!

Peço perdão pela minha ausência e pelo tempo que fiquei sem dar notícias.

Passei por um momento bastante triste desde que minha mãezinha partiu. Entrei em profunda depressão e meu trabalho ficou estagnado, assim como a minha inspiração. Graças a Deus, agora tudo está entrando nos eixos e eu me sinto bem melhor e mais fortalecida, apesar da saudade.

Fui convidada para receber em maio, em Paris, a Medalha de Bronze da Academie de Arts, Sciences et Lettres http://melgama.deviantart.com/art/Medaille-de-Bronze-119478136 que, logicamente, me deixou muito honrada.

Estou novamente mudando minha galeria de servidor e retornando para onde estive desde que comecei: http://melgama.deviantart.com/gallery/

A novidade é que estou colocando as imagens com flash e mostrando a você o antes e o depois do trabalho executado. Acho interessante e acredito que você vai gostar.

Tenho dois navegadores de internet instalados aqui no meu computador - Internet Explorer e Firefox Mozilla. Infelizmente, o Internet Explorer (IE) não tem recebido bem algumas novidades oferecidas pelo DeviantArt (onde está minha galeria), tal como visualizar o interior das pastas em que divido as imagens por tipo. Portanto, se caso você entrar na galeria e não conseguir também, aconselho instalar o Mozilla, que é gratuito e em português: http://br.mozdev.org/firefox/download.html

Além disso, o DeviantArt tem uma política de censura quando as imagens contém nu. Neste caso, as pessoas que forem ver a galeria mas que não são cadastradas, não terão a possibilidade de ver as imagens mais "sensuais" que sempre foram uma das minhas marcas registradas. Imaginando que muitos de vocês gostariam de participar, comentando e até favoritando minhas imagens, decidi fazer um pequeno tutorial caso queira se cadastrar no DeviantArt (que pode ser utilizado na versão gratuita). O tutorial pode ser encontrado aqui: http://registrobr.deviantart.com/art/Registrando-no-DA-119896483

Ainda tem muita coisa para eu fazer... a área do Antes e Depois do meu site também vai acabar e será colocada em flash no Deviant. Também quero fazer mais cartões e modificar o "Envie para um Amigo", além de colocar novas mensagens no site.

Bom, deixa eu correr que o tempo não para e muito menos eu! :)

Receba o meu beijo carinhoso e fique com Deus

Mel
http://www.melgama.com/

domingo, 15 de março de 2009

O Anjo e a Tempestade

Tive o imenso prazer de receber, na última sexta-feira, um exemplar do livro de Agamenon Troyan - O Anjo e a Tempestade - cuja capa foi feita por mim.

Transcrevo aqui, para que possam apreciar a suavidade de suas poesias, a que deu o nome ao livro:

"Um trovão retumbante ecoou pelo firmamento
Trazendo consigo mensagens de flagelo e destruição.
O desespero tomou conta do pequeno vilarejo.
Seus habitantes, pegos de surpresa, precipitaram-se.
Os ventos tornaram-se cada vez mais fortes...

Os nobres trancaram-se em seus castelos
Enquanto a plebe disputava espaço em choupanas.
O trovão rugia ameaçadoramente
Apavorando até mesmo o mais valente dos aldeões.

Os tementes suplicaram aos céus por misericórdia;
Crianças, sem mácula, jaziam estáticas de pavor.
O céu escureceu engolindo a claridade,
As trevas e a escuridão uniram-se pelo mesmo objetivo.

Não se encontrava um só profeta,
Nem mesmo um cético,
Apenas futuras vítimas do imutável Armagedon.

Subitamente um anjo apareceu
E tocando sua trombeta
A terrível ameaça fez desaparecer.
Um grito de louvor foi ouvido por todas as nações.

Não pronunciando uma só palavra
O anjo novamente tocou sua trombeta:
Desta vez, versos caíram
Umedecendo de humildade orgulhosos corações.

Poesias cheias de esperança e salvação
Sopraram sonetos
Carregados de amor e afeição...
E nesse milagroso momento,
Eis que nobres e aldeões se abraçaram,
Sem orgulho ou submissão,
Nas ruas, nos bosques,
Nas choupanas e castelos
Agora sem divisão."

Texto de Agamenon Troyan - por favor, repasse com créditos ao autor.

sexta-feira, 13 de março de 2009

Dom Hélder Câmara em entrevista pós-morten


REPASSANDO PARA AVALIAÇÕES PESSOAIS.

Dom Hélder Câmara se manifesta espiritualmente

LIVRO - “NOVAS UTOPIAS”

Recentemente foi lançado no mercado cultural um livro mediúnico trazendo as reflexões de um padre depois da morte, atribuído, justamente, ao Espírito de Dom Hélder Câmara, bispo católico, arcebispo emérito de Olinda e Recife, desencarnado no dia 28 de agosto de 1999 em Recife, Pernambuco.

É do conhecimento geral, principalmente dos católicos brasileiros: Dom Hélder Câmara foi um dos fundadores da CNBB - Conferência Nacional dos Bispos do Brasil e grande defensor dos direitos humanos durante o regime militar brasileiro, cuja luta, nesse processo político da nossa história, o notabilizou no mundo todo, como uma das figuras mais expressivas do século XX, na defesa dos fracos contra a tirania dos fortes e dos pobres contra a usura dos ricos. Pregava uma igreja simples voltada para os pobres e a não-violência. Por sua atuação, recebeu diversos prêmios nacionais e internacionais. Foi indicado quatro vezes para o prêmio Nobel da Paz.

Em 1969 - Doutor Honoris Causa, pela Universidade de Saint Louis, Estados Unidos. Este mesmo título foi-lhe conferido por diversas universidades brasileiras e estrangeiras: Bélgica, Suíça, Alemanha, Holanda, Itália, Canadá e Estados Unidos. Foi intitulado cidadão honorário de 28 cidades brasileiras e da cidade de São Nicolau,na Suiça e Rocamadour, na França.

Recebeu o prêmio Martin Luther King,nos EUA e o prêmio Popular da Paz, na Noruega e diversos outros prêmios internacionais.

Por isso, o livro psicografado pelo médium Carlos Pereira, da Sociedade Espírita Ermance Dufaux, de Belo Horizonte, causou muita surpresa no meio espírita e grande polêmica entre os católicos. O que causou mais espanto entre todos foi a participação de Marcelo Barros, monge beneditino e teólogo, que durante nove anos foi secretário de Dom Hélder Câmara, para a relação ecumênica com as igrejas cristãs e as outras religiões. Marcelo Barros secretariou Dom Hélder Câmara no período de 1966 a 1975 e tem 30 livros publicados.

Ao prefaciar o livro Novas Utopias, do Espírito Dom Hélder, reconhecendo a autenticidade do comunicante, pela originalidade de suas idéias e, também, pela linguagem, é como se a Igreja Católica viesse a público reconhecer o erro no qual incorreu muitas vezes, ao negar a veracidade do fenômeno da comunicação entre vivos e mortos, e desse ao livro de Carlos Pereira, toda a fé necessária como o Imprimatur do Vaticano. É importante destacar, ainda, que os direitos autorais do livro foram divididos em partes iguais, na doação feita pelo médium, à Sociedade Espírita Ermance Dufaux e ao Instituto Dom Hélder Câmara, de Recife, o que, aliás, foi aceito pela instituição católica, sem nenhum constrangimento.

No prefácio do livro aparece também o aval do filósofo e teólogo Inácio Strieder e a opinião favorável da historiadora e pesquisadora Jordana Gonçalves Leão, ambos ligados à Igreja Católica. Conforme eles mesmos disseram, essa obra talvez não seja uma produção direcionada aos espíritas, que já convivem com o fenômeno da comunicação, desde a codificação do Espiritismo; mas, para uma grandiosa parcela da população dentro da militância católica, que é chamada a conhecer a verdade espiritual, porque "os tempos são chegados"; estes ensinamentos pertencem à natureza e, conseqüentemente, a todos os filhos de Deus.

A verdade espiritual não é propriedade dos espíritas ou de outros que professam estes ensinamentos e, talvez, porque, tenha chegado o momento da Igreja Católica admitir, publicamente, a existência espiritual, a vida depois da morte e a comunicação entre os dois mundos.

Na entrevista com Dom Hélder Câmara, realizada pelos editores, o Espírito comunicante respondeu as seguintes perguntas sobre a vida espiritual:

- Dom Hélder, mesmo na vida espiritual, o senhor se sente um padre?
Não poderia deixar de me sentir padre, porque minha alma, mesmo antes de voltar, já se sentia padre. Ao deixar a existência no corpo físico, continuo como padre porque penso e ajo como padre. Minha convicção à Igreja Católica permanece a mesma, ampliada, é claro, com os ensinamentos que aqui recebo, mas continuo firme junto aos meus irmãos de Clero a contribuir, naquilo que me seja possível, para o bem da humanidade.

- Do outro lado da vida, o senhor tem alguma facilidade a mais para realizar seu trabalho e exprimir seu pensamento ou ainda encontra muitas barreiras com o preconceito religioso?
Encontramos muitas barreiras. As pessoas que estão do lado de cá reproduzem o que existe na Terra. Os mesmos agrupamentos que se formam aqui se reproduzem na Terra. Nós temos as mesmas dificuldades de relacionamento, porque os pensamentos continuam firmados, cristalizados em determinados pontos que não levam a nada. Mas, a grande diferença é que por estarmos com a vestimenta do espírito, tendo uma consciência mais ampliada das coisas podemos dirigir os nossos pensamentos de outra maneira e assim influenciar aqueles que estão na Terra e que vibram na mesma sintonia.

- Como o senhor está auxiliando nossa sociedade na condição de desencarnado?
Do mesmo jeito. Nós temos as mesmas preocupações com aqueles que passam fome, que estão nos hospitais, que são injustiçados pelo sistema que subtrai liberdades, enriquece a poucos e colocam na pobreza e na miséria muitos; todos aqueles desvalidos pela sorte. Nós juntamos a todos que pensam semelhantemente a nós, em tarefas enobrecedoras, tentando colaborar para o melhoramento da humanidade.

- Como é sua rotina de trabalho?
A minha rotina de trabalho é, mais ou menos, a mesma. Levanto-me, porque aqui também se descansa um pouco, e vamos desenvolver atividades para as quais nos colocamos à disposição. Há grupos que trabalham e que são organizados para o meio católico, para aqueles que precisam de alguma colaboração. Dividimo-nos em grupos e me enquadro em algumas atividades que faço com muito prazer.

- Qual foi a sua maior tristeza depois de desencarnado? E qual foi a sua maior alegria?
Eu já tinha a convicção de que estaria no seio do Senhor e que não deixaria de existir. Poder reencontrar os amigos, os parentes, aqueles aos quais devotamos o máximo de nosso apreço e consideração e continuar a trabalhar, é uma grande alegria. A alegria do trabalho para o Nosso Senhor Jesus Cristo.

- O senhor, depois de desencarnado, tem estado com freqüência nos centros espíritas?
Não. Os lugares mais comuns que visito no plano físico são os hospitais; as casas de saúde; são lugares onde o sofrimento humano se faz presente. Naturalmente vou à igreja, a conventos, a seminários, reencontro com amigos, principalmente em sonhos, mas minha permanência mais freqüente não é na casa espírita.

- O senhor já era reencarnacionista antes de morrer?
Nunca fui reencarnacionista, diga-se de passagem. Não tenho sobre este ponto um trabalho mais desenvolvido porque esse é um assunto delicado, tanto é que o pontuei bem pouco no livro. O que posso dizer é que Deus age conforme a sua sabedoria sobre as nossas vidas e que o nosso grande objetivo é buscarmos a felicidade mediante a prática do amor. Se for preciso voltar a ter novas experiências, isso será um processo natural.

Mediunidade

- Qual é o seu objetivo em escrever mediunicamente?
Mudar, ou pelo menos contribuir para mudar, a visão que as pessoas têm da vida, para que elas percebam que continuamos a existir e que essa nova visão possa mudar profundamente a nossa maneira de viver.

- Qual foi a sensação com a experiência da escrita mediúnica?
Minha tentativa de adaptação a essa nova forma de escrever foi muito interessante, porque, de início, não sabia exatamente como me adaptar ao médium para poder escrever. É necessário que haja uma aproximação muito grande entre o pensamento que nós temos com o pensamento do médium. É esse o grande de todos nós porque o médium precisa expressar aquilo que estamos intuindo a ele. No início foi difícil, mas aos poucos começamos a criar uma mesma forma de expressão e de pensamento, aí as coisas melhoraram. Outros (médiuns) pelos quais tento me comunicar enfrentam problemas semelhantes.

- Foi uma surpresa saber que poderia se comunicar pela escrita mediúnica?
Não. Porque eu já sabia que muitas pessoas portadoras da mediunidade faziam isso. Eu apenas não me especializei, não procurei mais detalhes, deixei isso para depois, quando houvesse tempo e oportunidade.

- Imaginamos que hajam outros padres que também queiram escrever mediunicamente, relatar suas impressões da vida espiritual. Por que Dom Hélder é quem está escrevendo?
Porque eu pedi. Via-me com a necessidade de expressar aos meus irmãos da Terra que a vida continua e que não paramos simplesmente quando nos colocam dentro de um caixão e nos dizem "acabou-se". Eu já pensava que continuaria a existir, sabia que haveria algo depois da vida física. Falei isso muitas vezes. Então, senti a necessidade de me expressar por um médium, quando estivesse em condições e me fossem dadas as possibilidades. É isto que eu estou fazendo.

- Outros padres, então, querem escrever mediunicamente em nosso país?
Sim. E não poucos. São muitos aqueles que querem usar a pena mediúnica para poder expressar a sobrevivência após a vida física. Não o fazem por puro preconceito de serem ridicularizados, de não serem aceitos, e resguardam as suas sensibilidades espirituais para não serem colocados numa situação de desconforto. Muitos padres, cardeais até, sentem a proteção espiritual nas suas reflexões, nas suas prédicas, que acreditam ser o Espírito Santo, que na verdade são os irmãos que têm com eles algum tipo de apreço e colaboram nas suas atividades.

- Como o senhor se sentiu em interação com o médium Carlos Pereira?
Muito à vontade, pois havia afinidade, e porque ele se colocou à disposição para o trabalho. No princípio foi difícil juntar-me a ele por conta de seus interesses e de seu trabalho. Quando acertamos a forma de atuar foi muito fácil, até porque, num outro momento, ele começou a pesquisar sobre a minha última vida física. Então ficou mais fácil transmitir-lhe as informações que fizeram o livro.

- O senhor acredita que a Igreja Católica irá aceitar suas palavras pela mediunidade?
Não tenho esta pretensão. Sabemos que tudo vai evoluir e que um dia, inevitavelmente, todos aceitarão a imortalidade com naturalidade, mas é demais imaginar que um livro possa revolucionar o pensamento da nossa Igreja. Acho que teremos críticas, veementes até, mas outros mais sensíveis admitirão as comunicações. Este é o nosso propósito.

- É verdade que o senhor já tinha alguns pensamentos espíritas quando na vida física?
Eu não diria espírita; diria espiritualista, pois a nossa Igreja, por si só, já prega a sobrevivência após a morte. Logo, fazermos contato com o plano físico depois da morte seria uma conseqüência natural. Pensamentos espíritas não eram, porque não sou espírita. Sem nenhum tipo de constrangimento em ter negado alguns pensamentos espíritas, digo que cheguei a ter, de vez em quando, experiências íntimas espirituais.

Igreja

- Há as mesmas hierarquias no mundo espiritual?
Não exatamente, mas nós reconhecemos os nossos irmãos que tiveram responsabilidades maiores e que notoriamente têm um grau evolutivo moral muito grande. Seres do lado de cá se reconhecem rapidamente pela sua hombridade, pela sua lucidez, pela sua moralidade. Não quero dizer que na Terra isto não ocorra, mas do lado de cá da vida isto é tudo mais transparente; nós captamos a realidade com mais intensidade. Autoridade aqui não se faz somente com um cargo transitório que se teve na vida terrena, mas, sobretudo, pelo avanço moral.

- Qual seu pensamento sobre o papado na atualidade?
Muito controverso esse assunto. Estar na cadeira de Pedro, representando o pensamento maior de Nosso Senhor Jesus Cristo, é uma responsabilidade enorme para qualquer ser humano. Então fica muito fácil, para nós que estamos de fora, atribuirmos para quem está ali sentado, algum tipo deconsideração. Não é fácil. Quem está ali tem inúmeras responsabilidades, não apenas materiais, mas descobri que as espirituais ainda em maior grau. Eu posso ter uma visão ideológica de como poderia ser a organização da Igreja; defendi isso durante minha vida. Mas tenho que admitir, embora acredite nesta visão ideal da Santa Igreja, que as transformações pelas quais devemos passar merecem cuidado, porque não podemos dar sobressaltos na evolução. Queira Deus que o atual Papa Ratzinger (Bento XVI) possa ter a lucidez necessária para poder conduzir a Igreja ao destino que ela merece.

- O senhor teria alguma sugestão a fazer para que a Igreja cumpra seu papel?
Não preciso dizer mais nada. O que disse em vida física, reforço. Quero apenas dizer que quando estamos do lado de cá da vida, possuímos uma visão mais ampliada das coisas. Determinados posicionamentos que tomamos, podem não estar em seu melhor momento de implantação, principalmente por uma conjuntura de fatores que daqui percebemos. Isto não quer dizer que não devamos ter como referência os nossos principais ideais e, sempre que possível, colocá-los em prática.

- Espíritas no futuro?
Não tenho a menor dúvida. Não pertencem estes ensinamentos à nossa Igreja, ou de outros que professam estes ensinamentos espirituais. Portanto, mais cedo ou mais tarde, a nossa Igreja terá que admitir a existência espiritual, a vida depois da morte, a comunicação entre os dois mundos e todos os outros princípios que naturalmente decorrem da vida espiritual.

- Quais são os nomes mais conhecidos da Igreja que estão cooperando com o progresso do Brasil no mundo espiritual?
Enumerá-los seria uma injustiça, pois há base em todas as localidades. Então, dizer um nome ou de outro seria uma referência pontual porque há muitos, que são poucos conhecidos, mas que desenvolvem do lado de cá da vida um trabalho fenomenal e nós nos engajamos nestas iniciativas de amor ao próximo.

Amor

- Que mensagem o senhor daria especificamente aos católicos agora depois da morte?
Que amem, amem muito, porque somente através do amor vai ser possível trazer um pouco mais de tranqüilidade à alma. Se nós não tentarmos amar do fundo dos nossos corações, tudo se transformará numa angústia profunda. O amor, conforme nos ensinou o Nosso Senhor Jesus Cristo, é a grande mola salvadora da humanidade.

- Que mensagem o senhor deixaria para nós espíritas?
Que amem também, porque não há divisão entre espíritas e católicos ou qualquer outra crença no seio do Senhor. Não há. Essa divisão é feita por nós, não pelo Criador. São aceitáveis porque demonstram diferenças de pontos de vista, no entanto, a convergência é única, aqui simbolizada pela prática do amor, pois devemos unir os nossos esforços.

- Que mensagem o senhor deixaria para os religiosos de uma maneira geral?
Que amem. Não há outra mensagem senão a mensagem do amor Ela é a única e principal mensagem que se pode deixar. "


Livro: Novas Utopias
Autor: Dom Hélder Câmara (espírito)
Médium: Carlos Pereira
Editora: Dufaux
site:
www.editoradufaux.com.br
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...